Organizando com Consciência

O ato de organizar não impõe regras apesar de existirem manuais e métodos variados. Isto é, na hora de botaras coisas no lugar há quem o faça de maneira diferente, da forma que mais agrada, o que não significa estar errado. Entretanto, pelo bem do planeta (e do nosso bolso!) existem táticas para driblar o excesso no consumo de energia ou água, por exemplo.

Foto: Pinterest

O ferro de passar roupas, por exemplo, é um grande vilão quando o assunto é energia elétrica. Em comparação à outros, o equipamento consome muito mais energia, já que para produzir calor utiliza-se mais eletricidade.

Por isso, separei algumas dicas de como passar roupa sem gastar energia em excesso. Confira:

Passe de uma vez só
Junte uma grande quantidade de peças para passar todas as roupas de uma vez. Não ligue e desligue o ferro ao passar as peças, dessa forma você consome mais energia que o necessário.

A arte de separar
Enquanto o ferro esquenta na tomada aproveite para separar as peças pelo tipo de tecido – desde delicadas à mais pesadas – passe primeiro as mais delicadas, já que o ferro não estará quente ao ponto de estragá-las.

Sem amassar
Ao recolher as roupas no varal tente não amassá-las. Tendo cuidado você pode economizar muito tempo (e energia!) ao passar as peças.

Esteja atenta às configurações
A maioria dos ferros vêm com mecanismos para ajustar a temperatura. Certifique-se que o seu fique na temperatura ideal, assim é possível poupar mais energia.

Evite
Não ligue o ferro quando muitos aparelhos estiverem ligados ao mesmo tempo. O ato pode sobrecarregar a rede de energia elétrica e te fazer consumir mais.

Ao terminar
Aproveite o calor do ferro depois que desligado, a temperatura é perfeita para passar peças leves.

De fato a sustentabilidade e a organização podem andar de mãos dadas, basta um esforço de nós mesmos. E pode acreditar: diminuir os gastos na hora de ajeitar o lar pode lhe poupar um valor considerável quando as contas chegarem ao final do mês. Aproveite para colocar as dicas em prática!

Gostou? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *