Minimalismo: estilo de vida que busca somente o necessário para viver

Menos é mais! Ou menos é demais! Como diz o nome do novo programa de TV, e que eu acredito ter mais a ver como propósito do minimalismo, já que ele é feito a partir de escolhas e só fica o que realmente é útil para você.

O minimalismo pode ser considerado um estilo de vida em que os adeptos buscam utilizar o mínimo de recursos para viver, ou seja, vivem somente com o necessário. De antemão, você pode até estranhar e se perguntar como alguém consegue viver com o mínimo neste mundo capitalista em que vivemos, mas se invertemos os papéis, por um momento, a questão que fica é: será que o que obtemos ao longo da vida é realmente necessário ou um luxo?

Essa questão nos faz repensar sobre diversas coisas, entre elas nossos hábitos. Ser minimalista é mais que um lifestyle, ou um modismo. É ter o poder de tomar decisões mais acertadas e de um modo muito mais consciente. É muito mais do que apenas se livrar dos bens materiais, ao contrário do que alguns pensam, é aprender a dar valor ao que realmente tem importância, já que preço e valor são divergentes. Já que em alguns casos você paga o preço que for, dependendo da necessidade momentânea que tem e do valor que dá aquilo.

Quando tomamos consciência das coisas realmente valiosas para nosso viver, passamos a nos tornarmos pessoas mais felizes, centradas e tranquilas. Isso porque acabamos por dar mais relevância às coisas simples, substituímos, então, o restaurante grã-fino pelo almoço em companhia dos amigos e familiares. Ou ter 80 calças no guarda-roupa, por ter cinco e usá-las constantemente, daí liberamos espaço para o novo. Nessas pequenas mudanças passamos a enxergar, que na verdade, as melhores coisas da vida são de graça. É sempre melhor ser do que ter, então sobra dinheiro para aquele curso que queremos fazer ou aquela viagem dos sonhos.

Essa mudança de vida pode ser radical para alguns, mas é preciso entender que simples ações atreladas à força de vontade têm um poder maior do que se possa imaginar. É importante dizer que para ser minimalista não existe regra. Cada pessoa obtém um resultado diferente mediante a seu esforço, pois ele não tem uma fórmula específica: você decide o que é mais importante e necessário na sua vida. Posteriormente, a partir das escolhas que fazemos, compreendemos que há um bem maior por detrás das nossas atitudes.

 Efeitos positivos do minimalismo:

 Liquidação de dívidas

– Conta bancária mais saudável

– Decisões mais conscientes e confiantes

– Reutilização/reciclagem/reaproveitamento de coisas

– Limpeza mental, emocional e financeira

A felicidade é a palavra e o minimalismo o instrumento. Cabe à você fazer as melhores escolhas.

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


Método Pomodoro pode contribuir com o fim da procrastinação, ato de adiar algo

Se você frequentemente pensa “pra que fazer hoje se posso fazer amanhã?”, e deixa os afazeres para depois, pode ser que sofra de um terrível hábito. E esse “monstrinho” tem nome: procrastinação.

No ato de adiar algo ao máximo que puder, a pessoa tem como hábito deixar tudo para a última hora, como uma tarefa, por exemplo, e assim acaba por obter resultados ruins, influenciando até na qualidade de vida. Esse hábito gera uma grande perda de produtividade, além de estresse e sentimento de culpa.

Este vício é comum em muitas pessoas, mas saiba que é possível vencê-lo com algumas mudanças. O mais importante é ter consciência da importância de concluir o que precisa, de fato, ser feito. Definir prazos, enumerar suas tarefas ou fazer de imediato o que estiver pendente são maneiras de evitar a procrastinação.

O método Pomodoro pode ser um grande auxiliar para ajudar nesta difícil tarefa de acabar com esse hábito da procrastinação. Uma forma bem simples que consiste em trabalhar por bloquinhos de tempo, começando e terminando a tarefa no mesmo, período sem deixar nada para depois.

A metodologia nasceu quando o italiano Francisco Cirillo estava procurando por um método de gerenciamento de tempo. Com a técnica é possível aumentar sua concentração, e principalmente sua produtividade.

Basta apenas dividir seu tempo de trabalho em diversos blocos de 25 minutos, chamados de Pomodori (plural de pomodoro). A ideia é trabalhar em suas tarefas ininterruptamente, fazer pausas de descanso entre um ciclo e outro de aproximadamente 5 minutos, e descansar por 15 minutos ao final de quatro ciclos completos.

Os objetivos da técnica Pomodoro são:

– Aumentar sua concentração

– Aumentar sua produtividade

– Diminuir as interrupções

– Aprender quanto tempo você demora em cada tarefa

– Aliviar sua ansiedade (que aumentam com a procrastinação)

Mas antes de começar a utilizar a técnica Pomodoro é preciso se organizar e fazer uma lista de tarefas a serem executadas durante o dia. Precisam ser itens que são realizáveis naquele dia. Depois é necessário cronometrar o tempo, com o auxílio de um despertador, que pode ser do celular, relógio ou até mesmo um timer de cozinha, e colocá-lo para despertar a cada 25 minutos e ir riscando todas as tarefas feitas até as pausas. Não interrompa os momentos de descanso! É importante que esse tempo seja respeitado.

O método ainda exige que em cada Pomodoro deva ser realizada uma tarefa, nem mais, nem menos. Mas, afinal, “e se eu terminar antes do Pomodoro acabar?” Então você pode responder um e-mail, ou revisar o trabalho, isto é usar o tempo restante para algo que poderá ser feito rapidamente.

Pra quem tem o hábito de deixar tudo para depois, a técnica Pomodoro pode ajudar muito porque é mais imediatista. Você programa o que fazer com a ajuda de uma lista e com o tempo definido você coloca a mão na massa e faz sem adiar.

É fato que é necessário muito empenho e dedicação, mas pra quem precisa de motivação e foco para cumprir tarefas, essa é uma boa opção.

Há pessoas que não vão gostar muito deste método por que podem se sentir pressionadas ou tendo de fazer tudo com pressa. Mas o segredo é fazer uma lista com tarefas possíveis de serem realizadas em um pomodoro, ou 25 minutos. Pois, com a realização das tarefas propostas no dia, a sensação de dever cumprido e de triunfo pode imperar e dar mais prazer para continuar desenvolvendo a técnica.

Há alguns meses eu tenho trabalhado com a técnica e só tenho elogios a fazer, pois com ela consigo focar mais no que preciso fazer e minhas atividades tem começo, meio e fim, além do que consigo definir minhas prioridades e organizar melhor meus horários e tarefas diárias.

Em suma, a técnica Pomodoro pode ser muito útil para se organizar com as tarefas do dia a dia, ajudando assim a executar todas os trabalhos pendentes com êxito e acabar com o mal hábito de procrastinar.

Mas o mais importante é que este método é apenas um ponto de partida para você que está perdido no meio de tantas tarefas a fazer. O que vale mesmo é você testar o método e verificar se ele é adaptável ao seu modo e estilo de vida e caso você se sinta confortável começar a utilizá-lo ou adaptá-lo a outras técnicas existentes.

Bom, agora é mãos à obra para colocar em prática a técnica.

Texto publicado originalmente na Revista Nova Família, onde Alê Criballi é colunista.

http://revistanovafamilia.com.br/carreira-negocios/recurso-ajuda-acabar-com-procrastinacao/

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


A organização de ambientes residenciais também contribui para evitar queda de idosos

No dia 24 de junho é comemorado o Dia Mundial de Prevenção de Quedas de Idosos e, por incrível que pareça, a organização de ambientes residenciais pode contribuir mais para evitar quedas de pessoas da terceira idade.

Uma casa desorganizada é um ambiente de alto risco de acidentes e quedas, tanto que, 70% dos acidentes com idosos acontecem dentro do lar, que podem desencadear desde fraturas até morte, em casos mais graves.

Já uma casa bem organizada, que tem tudo no lugar e garante a diminuição de objetos por toda parte, evita que os idosos fiquem expostos aos riscos de quedas. Um ambiente bem estruturado e organizado oferece uma vida com mais qualidade para nosso familiar longevo.

A população idosa brasileira está crescendo. Para se ter ideia, em 2013, eram 13 milhões e, a estimativa, é que em 2060 esse número chegue a 56 milhões.

Preparar a casa para receber o idoso é primordial para proporcionar maior segurança, já que esta faixa etária, geralmente, apresenta mais alterações em seu equilíbrio, algo que facilita a queda.

A idade afeta a fisiologia do ser humano e, por isso, os idosos tem mais dificuldade em caminhar. Além do que a pele do idoso é mais fina e um simples esbarrão pode provocar ferimentos.

Infelizmente nem todos conseguem ter uma casa projetada e adaptada por um arquiteto, mas algumas dicas podem melhorar o fluxo do lar e proporcionar maior conforto nesta fase de maior atenção.

Pensando nisso, selecionei algumas dicas para que você organize a casa e evite riscos de quedas e acidentes:

1- Evite deixar objetos espalhados pela casa: fios de instalações, brinquedos e outros pode atrapalhar a locomoção da pessoa idosa. Lembre-se: quanto menos objetos pelo caminho, menos chances de cair.
2- Mantenha cadeiras, poltronas e cama na altura certa: estas adaptações podem fazer uma grande diferença e evitar uma possível queda, já que a altura de alguns móveis pode interferir na postura ou dificultar a mobilidade do idoso
3 – Os tapetes podem ser empecilhos, portanto, prefira manter aqueles que sejam emborrachados e antiderrapantes. Use tapetes emborrachados antiderrapantes ou coloque fitas adesivas para prender o tapete ao chão.
4 – Iluminação: o comprometimento da visão pode ser um problema, principalmente à noite, porém, uma boa iluminação pode evitar quedas. A instalação de interruptores e abajures próximo à cama, pode auxiliar nos espaços da casa com pouca
5 – Na cozinha, mantenha os objetos de uso diário na altura da cintura, ou no máximo até a altura dos ombros.

Algumas mudanças podem auxiliar positivamente na vida de um idoso. Previna as quedas e proporcione aos seus familiares uma vida mais saudável.

Esse texto foi publicado originalmente na Revista Nova Família, onde Alê Criballi é colunista.

http://revistanovafamilia.com.br/colunistas/organizacao-tambem-contribui-para-evitar-queda-de-idosos/

 

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


A Disneylândia da organização fica em São Paulo

São Paulo é considerada a cidade onde a podemos encontrar tudo, com tanta pluralidade não poderia ser diferente na área de organização. Por todos os cantos da cidade começam a surgir lojas que descobriram nos produtos organizadores um nicho de mercado.

É certo que, ainda não temos, em terras tupiniquins a grande e sonhada The Container Store, mega loja de produtos organizadores localizada por toda parte nos EUA, que é como se fosse a Disney das Personal Organizer ou Organizadoras Profissionais. Eu mesma, já estive na loja em Maryland, nos EUA e fiquei encantada com a quantidade de produtos que vi por lá.

Todavia, as lojas de São Paulo estão começando a enxergar  neste nicho da organização uma oportunidade para vender mais. É fato que os produtos organizadores (cestas, colmeias, caixas, etc) ajudam muito a manter a organização dentro de casa. Mas, às vezes é difícil encontrar essas lojas, por isso no dia do aniversário de São Paulo (Viva SP! Terra querida onde tudo que você pensar, você encontra) eu preparei uma lista com as principais lojas de organização da cidade e dicas do que você pode ver por lá:

Yru Organizer www.yru.com.br
Rua Luiz Góis, 1100 – Vila Mariana
Loja especializada em produtos organizadores, com diversas novidades e muitos produtos importados

Oz Organize sua vida www.organizesuavida.com.br
Rua Maratona, 195 – Vl. Alexandria
Loja especializada em produtos de organização e cursos

Daiso www.daisojapanbrasil.com.br
Em diversos shoppings
A loja não é especificamente de produtos organizadores, mas você pode encontrar  muita coisa legal por lá e o melhor com precinhos camaradas

DMix www.dmix.com.br
Rua Pereira Stefano, 114 cjto 402 ou Alameda dos Maracatins, 868
A loja tem como assinatura a expressão: Tudo para organizar. Prova de que concentra um grande número de produtos organizadores. Com preços convidativos e muitas opções, vale à pena conhecer

Doural www.doural.com.br
Com diversos endereços e uma grande loja na 25 de Março, a Doural também se rendeu aos encantos da organização e tem uma sessão específica pra organização

Multicoisas
em diversos shopping
Como o nome mesmo sugere tem uma infinidade de coisas e dentre elas muitos itens organizadores também. A próxima vez que visitá-la vá com o olhar mais apurado.

Lojas de bairro
Sabe aquela lojinha “ching-ling” do seu bairro? Ela também pode ter tesouros de organização escondidos e a preços bem baratos, ainda mais se você estiver preocupada só com a funcionalidade do produto e não se importar com a qualidade. Neste caso, eu aconselho a não ir só pelo preço, porque o barato pode ser caro. É certo que cestos, por exemplo, se não forem muito movimentados podem ter uma qualidade um pouco inferior, mas os aramados são os principais itens de organização que nos arrependemos se comprarmos de segunda linha, porque enferrujam e ficam tortos facilmente. Nesta área de aramados, minha loja preferida é a loja online da www.aramados.com . Vale à pena pelo preço e a qualidade não deixa a desejar!

Agora, com esta lista na mão e as dicas de produtos organizadores que eu dou lá na fanpage: www.facebook.com/organizandU é só você fazer um tour pela cidade e equipar sua casa com produtos organizadores perfeitos pra você.

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


Como organizar usando cestinhas organizadoras

Tenho percebido em algumas conversas sobre organização que algumas pessoas acham que pra se tornar uma pessoa organizada basta comprar algumas cestinhas e pronto, a mágica está feita! Não, não é bem assim, deixa em te contar: Primeiro por que não existe mágica na organização e comprar cestinhas sem critério ou conhecimento só vai transferir a bagunça de lugar. Cestinha não é a salvação da pátria em se tratando de organização e não resolve todos os problemas.

Como existe uma infinidade de cestinhas no mercado e uma infinidade maior ainda de tipos de armários e de diferentes coisas que as clientes têm para armazenar, fica difícil para uma pessoal leiga saber qual a cestinha certa para cada coisa. O segredo aqui é pensar e planejar a melhor opção para atender àquela necessidade específica da cliente.
Pra ser uma PO – Personal Organizer ou organizadora de ambiente você tem de estudar bastante, fazer diversos cursos, estar por dentro das novidades que o mercado oferece e trabalhar muito em diferentes tipos de casas para se especializar e tomar as melhores decisões na casa de cada cliente.

Não existe mágica na organização, porque organizar é planejar, calcular, ir atrás das melhores ferramentas para atender nossos clientes. É trazer o que há de melhor para solucionar cada problema e mais do que isso é fazer a cliente entender que não precisa ter em casa coisas que não usa e que só alavancam seus espaços.
Qualquer um pode entrar numa loja e comprar um monte de cestinhas, mas o problema está em verificar se essas cestinhas são mesmo as corretas para o tipo de produto que temos em casa. Um exemplo típico é comprar cestinhas baixas para produtos altos, com certeza isso não vai dar certo, porque quando você for tirar a cestinha do lugar (já que uma das funções das cestinhas organizadoras é a praticidade para acessar locais difíceis dentro do armário) os produtos vão cair.

Outra dificuldade em encontrar a cestinha certa é que é necessário medir o local antes de sair comprando um monte de opções. Seguir um padrão de cores, mas não de tamanhos, já que tamanhos diferenciados podem ajudar a ganhar mais espaço no armário. As cestinhas também são ótimas para fazer setorização e podem ser identificadas com etiquetas para facilitar.

Numa de minhas visitas técnicas encontrei um armarinho de banheiro bem desorganizado (foto 1) e marquei a organização para dali dois dias, para minha surpresa a empregada da casa, sabendo que sua patroa havia me contratado resolveu organizar o tal armarinho e deu seu jeito, usando uma cesta que já estava no local (foto 2), na concepção dela o armarinho ficou organizado, mas não, não ficou ele ficou arrumado (pra ver a diferença de organizado e arrumado, entra neste link aqui), então eu acabei usando as cestinhas do tamanho e quantidade certa e tudo ficou organizado, pois facilitou o manuseio na hora de usar, já que tudo ficou setorizado e fácil de voltar ao local.

Essa preocupação de conhecer e trazer o melhor faz parte do trabalho de toda boa profissional, em qualquer área de atuação. É isso que nos torna profissional no assunto e torna nosso trabalho diferenciado.

Eu, por exemplo, reservo um dia da semana para visitar lojas físicas e online atrás de novidades em organização. Novidades que sejam úteis e que resolvam realmente o problema que detectamos na visita de reconhecimento do local a ser organizado.

Então, da próxima vez que for comprar cestinhas tenha em mente o que quer organizar e se precisar de ajuda fale comigo, que terei o maior prazer de te ajudar.

 

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


Sim! É possível acabar com a bagunça

Cada pessoa tem seu jeito de ser e lidar com as coisas de forma diferente, mas não podemos negar que a falta de organização é um problema geral e em qualquer lugar do mundo vai ter pessoas mais desorganizadas que outras.

Se você é daquelas pessoas que já tentou arrumar a casa, mas começou e parou mais de mil vezes e por isso, não acredita que um dia será possível acabar com toda essa bagunça. Eu posso te garantir que isso é possível.

Eu tenho lido os livros da japonesa, Marie Kondo, especialista em organização e aprendo bastante com ela. Uma das coisas que ela aconselha é fazer toda a organização de uma única vez, começar e não parar até finalizar toda a organização. Para isso ela sugere que se estabeleça uma ordem.

Vou tentar resumir aqui o que ela conta em seu livro A mágica da organização. O desafio é grande, mas acredito que é possível e ademais, caso você não consiga encarar o desafio sozinho pode contar com a equipe da OrganizandU pra te ajudar.

Comece organizando as roupas. Geralmente, o closet ou armário de roupas é o lugar que você tem mais contato e o primeiro que vê quando acorda e isso pode até causar certo desconforto quando ele está em desordem. Por isso, e, por ser mais fácil visualizar os resultados rapidamente, o closet é o melhor lugar pra você começar a sua Maratona da Organização.

E para se sair bem nesta batalha pela organização é muito importante começar pelo descarte, uma vez que possivelmente você tem mais roupa do que espaço para acomodá-las.

Então comece dando uma olhada no que já não usa mais ou está fora de moda. Separe em 3 sacos ou cestos, um para doação, outro para conserto e outro para descarte. E preste atenção, não vale separar as coisas e mandá-las para a casa da mãe, por que lá não é depósito e você precisa desocupar espaço na sua casa, mas sua mãe não merece ficar com a casa e entulhada, né?

O próximo passo é organizar os livros. Coloque todos os livros que você tem no mesmo local assim você vai conseguir avaliar a quantidade que possui, depois veja os títulos que guardou para ler de novo, mas nunca o fez.  Junto aos livros nós costumamos guardar apostilas de cursos que fizemos há 2, 5 ou 10 anos e que nunca abrimos para consultar, afinal com o advento da internet sempre recorremos ao Google quando queremos consultar sobre qualquer assunto. Então, jogue sem dó as apostilas amareladas.

Eu sempre utilizo o mesmo método para organizar livros: primeiro defino o espaço que tenho disponível para guardar os livros (já que não tenho uma biblioteca) e depois vou organizando todos dentro deste espaço determinado e o que não couber tem de ser doado ou descartado. Comigo funciona bem, por que só fica o que extremamente necessário e o que eu sei que vou ler ou preciso ter para consulta ou ainda faz parte de uma coleção que não quero me desfazer, porque espero que um dia meu filho leia também.

Depois é a hora de organizar os papéis de escritório. Esta é a fase mais demorada e requer muito empenho, pois o volume costuma ser bem grande.

Segundo a escritora Marie Kondo você deve descartar tudo. Mas, não sejamos tão radicais.

Siga as orientações de especialistas da área e descarte conforme o documento e o tempo apropriado de guarda. Link aqui de um guia útil:

http://infograficos.oglobo.globo.com/economia/defesa-do-

consumidor/saiba-por- quanto-tempo- guardar-documentos/contrato- de-

trabalho

Lembrando que agora, com a internet, também ficou mais fácil pegar um extrato anual, por exemplo da conta de luz e você pode jogar todos os comprovantes mensais. O extrato do cartão você pode jogar mês a mês, já que um já consta o pagamento do anterior.

Agora é mão na massa e começar o descarte!

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


Arrumar é o mesmo que organizar?

É comum, uma Personal Organizer escutar muitas vezes em sua carreira, uma frase bastante pitoresca dita por diversas pessoas: Seu trabalho é arrumar a casa?

Eu sei fazer isso, não preciso pagar para isso. Bom, não é nosso objetivo, em hipótese alguma, tomar o lugar das donas de casa, faxineiras ou ajudantes do lar, pois realmente sabemos que arrumar é bem diferente de organizar. No entanto, nosso trabalho pode minimizar o serviço do seu funcionário doméstico na limpeza e manutenção da casa, contribuindo para colocar a casa em ordem.

Para organizar qualquer ambiente, o Personal Organizer utiliza a metodologia adquirida em cursos e aperfeiçoamentos para planejar e implementar técnicas e procedimentos de organização de ambientes para facilitar o dia a dia das pessoas.

Por meio de muito estudo e planejamento ele apresenta soluções que facilitem e tornem mais prática à vida das pessoas. Para isso algumas etapas de trabalho são seguidas e possibilitam o sucesso da tarefa, baseada em metas e objetivos avaliados no início da atividade.

A setorização é uma das ações mais importantes no trabalho do consultor de organização ou Personal Organizer. É com essa setorização que se percebe,claramente, a diferença entre apenas arrumar e efetivamente organizar, já que a percepção é mais clara e visível aos olhos de quem vê.

Outra importante etapa é o descarte. Quando você guarda tudo sem olhar com a atenção necessária o que ainda tem uso, ou já está velho ou quebrado, você perde a oportunidade de se livrar (seja doando pra quem precisa, ou reciclando, ou ainda jogando fora o que já não serve mais) e abrir espaço para coisas novas.

Apenas com a arrumação, sem o planejamento necessário, fica bem difícil ter bons resultados, pois a arrumação não segue nenhum critério de setorização ou lógica clara. Realizada por instinto ou por impulso esse local arrumado pode vir a ser bagunçado com facilidade.

Acompanhe nosso Blog e veja aqui dicas para deixar tudo organizado!

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


6 perguntas para ajudar você a destralhar

A grande maioria das pessoas tem itens guardados em casa que, ou raramente

são usados ou, nem lembra mais que os têm. E apesar disso, toda vez que é

necessário fazer uma limpeza para destralhar e desocupar espaço a pessoa é

acometida de um sentimento de perda, como se não sobrevivesse sem aquele

objeto que nem se lembrava mais que possuía.

Interessante isso, pois grande parte da bagunça vem destes itens, estas

bugigangas que muitos têm, mas nem sabem porquê e para quê.

A etapa do desapego é a primeira a ser vencida quando o assunto é organização e

não raro encontramos clientes que vão falando logo na primeira visita “ tudo o que

tenho é útil e eu não vou me desapegar de nada”. O que não nos surpreende é

que ao começar o trabalho logo percebemos que o volume de coisas que essa

pessoa tem é extremamente desassociado ao tamanho do móvel (armário, gaveta,

etc) que possui. O que fazer então para ajudar essas pessoas a decidir se vão ou não se desfazer

de algo e tornar suas vidas mais organizadas.

Algumas perguntas vão contribuir para essa decisão:

– Há quanto tempo eu tenho isso?

– Eu precisei disto nos últimos 6 meses?

– Que sentimento este objeto me traz? Se trouxer tristeza ou pensamentos ruins

ficará muito mais fácil descartar

– Eu compraria isso hoje? Que benefício me traria?

– Tem a ver com meu Eu atual ou faz parte do meu passado?

– Se eu não tivesse esse objeto agora quais consequências isso teria na minha vida.

Em muitos casos, fazendo estas perguntas você já consegue identificar o que fica

e o que sai. Com essa decisão tomada, agora é hora de determinar o que vai para

o lixo, o que vai para o conserto e o que merece uma segunda chance indo para

doação, afinal o que já não serve pra você pode ter utilidade para outra pessoa e

cumprir ainda uma longa jornada.

Com as respostas certas comece a desapegar e a destralhar sua casa já!

Um grande beijU da Ale Criballi


Algumas dicas para manter sua geladeira organizada

A geladeira é o lugar da casa onde nós menos pensamos em organização, pois normalmente chegamos da feira ou do supermercado tão cansados que vamos enfiando tudo lá dentro sem ao menos olhar. Mas, sabia que na geladeira a organização é a maior aliada, não só da ordem, mas principalmente da nossa saúde. Isso porque o modo que armazenamos os produtos pode nos poupar de doenças e ajudar a conservar melhor os alimentos.

O ovo, por exemplo, que normalmente, nas geladeiras brasileiras é guardado na porta tem que ser agora mesmo tirado de lá, já que por se tratar do local que tem o maior contato com a parte de fora, a porta pega todos as bactérias que estão no ar e os ovos absorvem estas bactérias facilmente, já que tem uma membrana muito fina.

As frutas e legumes devem ficar armazenadas no gavetão separadas por tipo e devem ficar em plástico transparentes. Nunca, em hipótese alguma coloque elas nos saquinhos de supermercados que ficam em contato com o carinho e que são lavados raramente.

Queijos, leite, manteigas e derivados devem ficar na prateleira mais alta da geladeira, assim serão conservados por mais tempo.

Na porta coloque temperos, saladas, e condimentos, sucos e refrigerantes.

As latas devem ficar fora da geladeira e quando abertas seu conteúdo deve ir para um vidro, assim durarão muito mais tempo.

Carnes devem ficar no freezer e depois de preparadas em potes de vidro ou plástico na 3ª prateleira.

Use e abuse dos itens organizadores para manter sua cozinha em ordem: cestas de plástico, de acrílico, porta ovos, etc.

Limpe a geladeira pelo menos 1 vez na semana (limpeza superficial) e de 15 em 15 dias faça uma faxina completa, só assim você evitará o acúmulo e proliferação de germes e bactérias.

Seguindo essas dicas você vai ter mais saúde na sua casa!

Um grande beijU da Alê Criballi

Quer ver dicas sobre organização. Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU


Seus sapatos em ordem

O Japão é um país de culturas e hábitos milenares e temos muito que aprender com este povo. Um dos costumes que mais admiro e tento seguir é o hábito de tirar os sapatos ao entrar em casa. É fato que ao andar na rua nossos sapatos trazem todo o tipo de bactérias e sujeira e este hábito simples pode evitar muitas doenças.

Colocar um cesto na entrada da casa com as famosas surippas (chinelinhos típicos para usar dentro de casa) é uma forma bastante simpática de receber seus amigos e mostra o quanto você é preocupada com sua casa e o bem estar de quem mora nela. É uma tradição que, para nós ocidentais, pode parecer estranha, mas se avaliarmos o bem que faz, principalmente, para nossa saúde, todos nós não pensaríamos duas vezes para aderir a esta tradição.

Mas pra nos prevenirmos mais ainda não basta apenas tirar o sapato é preciso também, higienizá-lo para que as bactérias não sobrevivam, já que essas bactérias costumam ser bastante resistentes.

Então ao chegar em casa, eu tiro meu sapato, coloco ele para arejar na área de serviço ou na sacada e limpo com o produto que uso há algum tempo e que acho o mais eficaz no momento: Lysoform da Bombril.

Eu realmente gosto deste produto e indico, porque é simples e sei que acaba com as bacteriais. É só colocar numa esponja ou pano e limpar todo o calçado por fora.

Para limpar por dentro eu uso bicarbonato de sódio, depois é só deixar até o outro dia e aí sim guardar na sua sapateira.

Isso evita que sua sapateira também seja contaminada com as bactérias que vem da rua e podem passar para os demais sapatos, além em claro de dar mais tempo de vida útil aos seus sapatos.

Com os sapatos limpos e protegidos você pode usar sua surippa ou mesmo o “chinelo de casa”, esse que não sai na rua e você usa dentro de casa.

As cestinhas organizadoras são apenas uma das formas para você organizar seus chinelinhos, veja nas fotos e aproveite as ideias.

Quer ver mais dicas sobre organização? Segue a gente no facebook: https:www.facebook.com/organizandU

Um grande BeijU da Alê Criballi